Vem aí o II Festival Internacional de Violões de São Luís

Será realizado nos dias 11 e 12 de dezembro o 2°Festival Internacional de Violão de São Luís (FIVIS), reunindo grandes nomes do violão maranhense e participações especiais de violonistas nacionais e internacionais. Devido à pandemia do novo coronavírus (COVID-19), que exige uma série de protocolos e medidas sanitárias,  este ano o FIVIS ocorrerá sem a presença de plateia no local, mas com exibição pela internet.

O evento terá shows dos maranhenses Israel Dantas Trio, Tiago Fernandes e Trio, Duo Jair Torres e Samuel Jafé, Mano Lopes, Monteiro Júnior e a Camerata Ludovicense de Violões. Conta também com as participações especiais, sem custos para o festival, dos violonistas Swami Júnior (SP), Rogério Caetano (RJ), Alessandro Penezzi (SP) e do italiano Diego Salvetti.

De casa, o público vai poder acompanhar as apresentações gravadas no palco do Teatro Arthur Azevedo e exibidas pelo YouTube no canal festivaldeviolaodesaoluis, sempre às 20h.

Esta edição do FIVIS está sendo  viabilizada com recursos da Lei Aldir Blanc (Lei nº 14.017/2020), por meio do Edital  05/2020/UGCAC/SECMA, e tem como coordenadora a produtora Tatiana Ramos.

Tatiana Ramos explica que o projeto surge como forma de atendimento emergencial à classe artística maranhense, em face da crise sanitária causada pela pandemia do novo coronavírus. Também é um incentivo à difusão da prática do violão, valorizando os músicos locais e contribuindo para formação de profissionais e de apreciadores desse nobre instrumento.


ATRAÇÕES:

O FIVIS deste ano traz a participação do violonista italiano Diego Salvetti. Nascido em Bergamo, na Itália, ele desenvolveu o seu ouvido musical desde cedo ouvindo diversos gêneros musicais, tocados pelos seus dois irmãos e o pai. Estudou violão clássico com o maestro e compositor italiano Giovanni Ppodera. Com apenas 11 anos de idade, venceu o Prêmio Nacional do 13° Concurso de Violão, em Genova (Itália). Salvetti graduou-se brilhantemente em violão erudito, concluindo em 2009 sua pós-graduação em Ddidática da Música. Depois da formação, estudou violão flamenco. É pesquisador sobre música e violão brasileiros e vive no Brasil desde 2015. Atualmente, desenvolve trabalhos como violonista, compositor e professor, tocando e ministrando workshops pelo Brasil.

Faz participação especial também o paulista  Swami Jr, um dos músicos brasileiros mais requisitados e atuantes, acompanhando, dirigindo, produzindo e com seu trabalho solo. Gravou e se apresentou com grandes artistas da música brasileira e internacional como Omara Portuondo e Buena Vista Social Club, de Cuba; Lokua Kanza, do Congo; Chico César, Chico Pinheiro, Elba Ramalho, Zélia Duncan Elza Soares, Zeca Baleiro, Dominguinhos, entre outros.

Swami Jr. lançou vários álbuns, entre eles, o disco solo “Outra Praia”, com participações de cantores como Vanessa Da Mata, Zeca Baleiro, Marcelo Pretto e Chico Pinheiro. Apresentou-se no projeto “Sete Cordas – um violão brasileiro”; foi indicado ao Prêmio Tim de Música e ao Grammy Latino e vencedor do Prêmio da Música Brasileira. Lançou em 2011 o álbum instrumental “Mundos e Fundos” e no mesmo ano estreou, em Havana (Cuba), um trabalho em duo com o pianista cubano Harold Lopez-Nussa.

Já entre as atrações locais está o duo de violões formado por pai e filho. Jayr Torres e Samuel Jafé  são guitarristas e violonistas, atuantes na área da música instrumental maranhense e brasileira, com vasta experiência em festivais e shows instrumentais. Atualmente estão com o projeto Duo Gipsy de Violão, onde abordam várias leituras e estilos musicais com a linguagem jazz cigano brasileiro. Jayr Torres é professor de guitarra da Escola de Música do Estado do Maranhão e graduado em Licenciatura em Música pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). Samuel Jafé  é estudante de música na Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

I FIVIS –  a primeira edição do FIVIS ocorreu em outubro de 2019, durante cinco dias, com shows de alguns dos mais conhecidos violonistas no Brasil e no mundo e homenageou o maestro e compositor Heitor Villa-Lobos, no ano que completou 60 anos do seu  falecimento. Durante o dia houve masterclass na Escola de Música do Maranhão e à noite, shows no Convento das Mercês, com entrada gratuita. O evento foi viabilizado por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Governo do Maranhão/SECMA e o apoio da Prefeitura de São Luís.

Fotos e informações sobre cada atração estão disponíveis no facebook do FIVIS no link https://www.facebook.com/Festival-Internacional-de-Viol%C3%A3o-de-S%C3%A3o-Lu%C3%ADs-FIVIS-2020-edi%C3%A7%C3%A3o-online-118210662915642

CONTATOS:

(98) 99112-5481 – Tatiana Ramos  (coordenadora geral do festival)

E-mail: festivaldeviolaodesoaluis@gmail.com

Instagram: festivaldeviolaodesaoluis

Imagem destacada / Duo Jair Torres e Samuel Jafé / divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.