Em São Luís, mulheres organizam ato e caminhada contra governo de Bolsonaro

O 8 de março é o Dia Internacional de Luta das Mulheres. Em São Luís, diversas atividades serão realizadas, em alusão a essa data, entre elas um Ato Unificado, no dia 09 de março, segunda-feira, com concentração a partir das 15h, na Praça Deodoro, que sairá em caminhada pelas ruas do Centro de São Luís, encerrando com atividades culturais na Praça dos Catraeiros, na Praia Grande – Centro.

Este ato está sendo organizado pelo Fórum Maranhense de Mulheres, organização que realiza o 8 de Março, em São Luís, há várias décadas, em parceria com várias outras organizações sociais e movimentos de mulheres, centrais sindicais, partidos do campo progressista, sindicatos, órgãos públicos voltados para as políticas de proteção e apoio as mulheres.

O 8 de Março é, historicamente, um dia de luta e em vários lugares do mundo mulheres em toda a sua diversidade de culturas e demandas levantam sua voz para reivindicar direitos, inclusive o de viver.

No Brasil, as ações realizadas neste mês de março reafirmam a necessidade de continuar lutando pela conquista e manutenção de direitos, reconhecimento e igualdade da mulher. Porém, diante da escalada reacionária do governo Bolsonaro, inclusive de convocar manifestação para fechar o Congresso e o Supremo, além das reformas, do desmonte do serviço público, do corte de verbas em educação, saúde e assistência social; a pauta do movimento de mulheres, em 2020, é contra Bolsonaro, contra os discursos de ódio machistas e racistas que vem tirando a vida de várias pessoas, incluindo o aumento do feminicídio.

O Oito de Março é a primeira atividade deste ano, do movimento popular e sindical, em defesa da democracia e dos direitos sociais.

Ao refletir sobre o Dia Internacional de Luta das Mulheres, é importante destacar que elas são um dos segmentos mais prejudicados pela Reforma da Previdência e Trabalhista, principalmente as mulheres negras, que já sofrem com as suas duras jornadas, terão suas condições de vida e trabalho ainda mais afetadas com a implementação dessas reformas.

Neste mês também completam dois anos do brutal assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Silva, e até hoje não se sabe quem são os mandantes desse crime de ódio, A luta das mulheres passa também por um grito pedindo Justiça.

Portanto, no dia 14 de Março, a partir das 15h, terá um Ato pelos dois anos de impunidade e no dia 18/03, as mulheres também estarão nas ruas pela democracia, em defesa da educação e do serviço público, a partir das 16h, ambas as manifestações acontecendo na Praça Deodoro, Centro.

O que: Ato Unificado pelo Dia de Luta das Mulheres

Onde: Concentração na Praça Deodoro

Horário: 15h

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.