Apoiadores de Emílio Azevedo lançam campanha pelo voto livre e prestam homenagem a Paulo Freire

No Dia do Professor, 15 de outubro, educadores(as) e militantes dos movimentos sociais participaram do lançamento da campanha “Meu voto não tem preço! Tô com Emílio Azevedo”.

Durante toda a campanha o candidato a vereador Emílio Azevedo (PSB) vem falando sobre as suas propostas e também denunciando a compra de votos, uma prática nociva à democracia.

O ato de lançamento, realizado na praça Joãosinho Trinta, na Beira-Mar, teve a participação do candidato a prefeito de São Luís, Bira do Pindaré (PSB) e de artistas, entre eles o cantor e compositor Cesar Teixeira, autor do jingle da campanha de Emílio Azevedo, batizada “Meu voto é livre”.

Emílio Azevedo lembrou a importância de pautar o
Plano Diretor no debate eleitoral de São Luís

“A data – 15 de oububro – foi escolhida para prestar uma homenagem as professoras e professores que, no passado, foram censurados, cassados e mortos pelos golpistas de 64. E pelos que hoje são perseguidos pelo bolsonarismo” justificou Azevedo.

Durante o lançamento foi realizada uma homenagem ao educador Paulo Freire.

Cesar Teixeira finalizou o ato cantando “Oração Latina” junto com Bira do Pindaré, acompanhados pelo coro dos apoiadores. A música, um hino da democracia e das lutas dos movimentos sociais, animou ainda mais a força da campanha de Emílio Azevedo.

Emilio Azevedo e Dom Belisário conversam sobre o combate à compra de votos

Apoiadores da candidatura do jornalista Emílio Azevedo a vereador de São Luís estarão lançando, no próximo dia 15 de outubro, a campanha “Meu voto não tem preço! Tô com Emílio Azevedo”. 

Para tratar exatamente desse tema –  o combate à compra de votos na capital maranhense – Emílio esteve hoje (02/10) com Dom José Belisário, Arcebispo da Igreja Católica, em São Luís.

“Precisamos encontrar meios para vencer a compra de votos. Ela corrompe as possibilidades democráticas e cria uma subrepresentação. A Câmara Municipal de São Luís hoje tá cheia de compradores de votos, financiados com dinheiro do crime organizado”, disse Emílio Azevedo, no encontro com o Arcebispo.

Ed Wilson Araújo, Emílio Azevedo e Dom Belisário

Na conversa entre Emilio e Dom Belisário foram lembradas antigas mobilizações feitas pelas pastorais sociais, onde era dito que “voto não tem preço, tem consequência”.

Também participaram do encontro o jornalista professor da UFMA, Ed Wilson Araújo, e a arte educadora Rejane Galeno, ambos integrantes da Agência Tambor.