O fantasma do VLT ronda Neto Evangelista

Uma das maiores aberrações da campanha eleitoral para a Prefeitura de São Luís, em 2012, o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) volta à pauta da disputa de 2020. E dessa vez vai respingar no candidato a prefeito Neto Evangelista (DEM)

À época, o então prefeito João Castelo (PSDB), candidato à reeleição, enfiou uns metros de trilhos e um vagão às pressas no Aterro do Bacanga, mediante a promessa de que iria implantar o VLT.

Neto Evangelista, candidato a vice-prefeito na chapa de João Castelo, participou da propaganda eleitoral respaldando a promessa. “Com o VLT São Luís ganha um transporte público igual das principais cidades do Brasil e do mundo. Parabéns, povo de São Luís. O VLT é nosso”, dizia Evangelista na TV.

O prometido VLT virou chacota na cidade e nem os próprios eleitores de Castelo acreditaram. Ele acabou perdendo a eleição para Edivaldo Holanda Junior (PDT), que governa a cidade por dois mandatos (2013-2016 e 2017 – 2020).

Cerca de um ano depois da eleição, em pronunciamento na Assembleia Legislativa, o mesmo deputado Neto Evangelista voltou a defender o VLT e disse que o então prefeito João Castelo tinha um projeto técnico elaborado para implantar o equipamento.

Evangelista aproveitou a oportunidade para cobrar o prefeito Edivaldo Holanda Junior sobre a execução do projeto. A pergunta, agora, é: Neto Evangelista, candidato a prefeito, vai implantar o VLT, ressuscitando o mencionado projeto que ele garantiu ter sido preparado por João Castelo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *