Programa Adote um Casarão recebe propostas até terça-feira (17)

Está disponível até o dia 17 de agosto o edital do programa Adote um Casarão, do Governo do Maranhão, para reforma e concessão de imóvel da administração pública estadual localizado na Rua da Palma Nº 247, no Centro Histórico de São Luís. A iniciativa integra o programa Nosso Centro, no eixo coordenado pela Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid).

A ação tem por objetivo fomentar o empreendedorismo local e ocupar os imóveis públicos subocupados com atividades que promovam o desenvolvimento sustentável do Centro Histórico aliado à preservação do patrimônio histórico.

“O Adote um Casarão, no âmbito do programa Nosso Centro, é um ativo muito importante que o governador Flávio Dino oportuniza para revitalizar e valorizar nosso patrimônio histórico, gerando empregos e incentivando o empreendedorismo”, destacou o secretário de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano, Márcio Jerry.

As inscrições dos interessados podem ser feitas até o dia 17 de agosto com o envio da proposta de adoção. O edital está disponível no site da Secid (http://www.secid.ma.gov.br), na aba Nosso Centro. A documentação deverá ser entregue via postal (Sedex ou carta registrada com aviso de recebimento) ou pessoalmente, no Setor de Protocolo da Secid, na Avenida Getúlio Vargas, 1908, Monte Castelo, São Luís/MA, CEP: 65030-005, de segunda a sexta-feira, no horário das 13h às 18h30.

O casarão disponível para reforma e concessão possui área de 746, 28 metros quadrados e dois pavimentos. A última oportunidade de visita ao imóvel pode ser feita na segunda-feira (16), das 13h às 17h; o agendamento pode ser feito pelo e-mail: nossocentro@secid.ma.gov.br ou pelo formulário (https://abre.ai/cXpy).

Programa Adote um Casarão

Iniciativa executada pela Secid, dentro do conjunto de ações do Programa Nosso Centro, o Adote um Casarão funciona da seguinte forma: a Secid lança editais com a finalidade de identificar pessoas físicas ou jurídicas, de direito privado, com ou sem fins lucrativos, que tenham interesse em reformar e utilizar esses casarões para uso comercial e cultural por até 15 anos.

Imagem destacada / Casarão da Rua da Palma está disponível para visita, na segunda-feira (16) (Foto: Divulgação)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.