Live celebra pioneirismo da Rádio Club de Pernambuco no Brasil

O GT História da Mídia Sonora realiza dia 19 de agosto (quarta-feira), com início às 18 horas, a live Passado, presente e futuro do Rádio no Brasil. O encontro virtual vai marcar a Carta de Natal que reconhece o pioneirismo da Rádio Club de Pernambuco quando, em 6 de abril de 1919, fez a primeira transmissão sonora à distância – de um ponto de transmissão para vários pontos.

O encontro virtual terá como convidados os pesquisadores Pedro Vaz Filho (UAM), Luiz Maranhão Filho (UFPE), Luiz Artur Ferraretto (UFRGS) e Marcelo Kischinhevsky (UFRJ), que serão mediados pela coordenadora e vice-coordenador do grupo, respectivamente, Izani Mustafá (UFMA-Imperatriz) e Luciano Klöckner. A Carta de Natal foi assinada no XII Encontro Nacional da História da Mídia, realizado em Natal (RN), em 20 de junho de 2019.   

 Serviço

Live: Passado, presente e futuro do Rádio no Brasil

Dia: 19 de agosto de 2020 (quarta-feira)

Início: às 18 horas

Convidados: Pedro Vaz Filho (UAM), Luiz Maranhão Filho (UFPE), Luiz Artur Ferraretto (UFRGS) e Marcelo Kischinhevsky (UFRJ)

Mediadores: Izani Mustafá (UFMA) e Luciano Klöckner

Plataforma: Google meet

Transmissão pelo canal YouTube: Jornal Alcar – https://bit.ly/3fqQ11B

Curtam a página e ativem o sininho para receber as notificações.

Pesquisadores de História da mídia referendam 1919 como o início da radiodifusão no Brasil

Rádio Club de Pernambuco é considerada a pioneira

Em manifesto intitulado “Carta de Natal”, pesquisadores ligados ao Grupo Temático (GT) História da Mídia Sonora da Associação Brasileira de Pesquisadores de História da Mídia – Alcar – referendam que a radiodifusão brasileira teve seu advento com as transmissões pioneiras da Rádio Club de Pernambuco, a partir de 6 de abril de 1919.

A elaboração da Carta foi definida durante o XII Encontro Nacional da História da Mídia, promovido pela Alcar, em Natal, no Rio Grande do Norte, de 19 a 21 junho de 2019. Ocorreu na mesa de debates “100 anos da primeira transmissão radiofônica no Brasil”, que teve como palestrantes os pesquisadores Adriano Gomes (UFRN), Ciro Pedrosa (UFRN) e Luciano Victor Barros Maluly (ECA/USP), com a mediação de Hélcio Pacheco de Medeiros (UFRN).

Os palestrantes, juntamente com os pesquisadores que participaram do evento, também assinam o documento, recentemente finalizado e divulgado pela coordenação do GT História da Mídia Sonora da Alcar, composta pela coordenadora Izani Mustafá (UFMA-Imperatriz) e o vice-coordenador Luciano Klöckner (PUCRS).

CARTA DE NATAL

Os pesquisadores do Rádio brasileiro, reunidos no XII Encontro Nacional da História da Mídia, em Natal/RN, referendam o dia 6 de abril de 1919 como a data inicial da radiodifusão no País.

Avalizam essa decisão os dados apresentados há mais de três décadas pelo pesquisador Luiz Maranhão Filho (UFPE) e validados, mais recentemente, pelo pesquisador Pedro Serico Vaz (Anhembi Morumbi), sobre o pioneirismo da então Rádio Club de Pernambuco na transmissão sonora à distância – de um ponto de transmissão para vários pontos.

Os registros históricos que atestam as pesquisas estão disponíveis em jornais como a Imprensa Oficial e o Diário de Pernambuco, além de outras fontes fidedignas.

Natal, Rio Grande do Norte, 20 de junho de 2019.

Subscrevem essa carta:

– Pesquisadores do Grupo Temático História da Mídia Sonora da Associação Brasileira de Pesquisadores de História da Mídia – ALCAR

– Participantes da Mesa Temática “Os 100 anos da primeira transmissão radiofônica no Brasil”, doutores Adriano Lopes Gomes (UFRN), Luciano Victor Barros Maluly (USP) e Ciro José Peixoto Pedroza (UFRN), sob a mediação do doutor Helcio Pacheco de Medeiros (UFRN).

Fonte: Jornal da Alcar – Nº 73 (julho 2020)

Imagem: divulgação Rádio Club Pernambuco