42º Festival Guarnicê terá 98 filmes em competição

A curadoria do 42º Festival Guarnicê de Cinema divulgou os 98 trabalhos pré-selecionados para as mostras nacionais competitivas Guarnicê de filmes de longas e curtas metragens, competitivas Guarnicê de filmes maranhenses de longas e curtas e, exclusiva a realizadores maranhenses, as competitivas Guarnicê de curtíssimas metragens, videoclipes, reportagens televisivas e de filmes publicitários. Veja a lista completa dos 98 trabalhos em: www.cultura.ufma.br/42guarnice.

Maior evento do cinema nacional no Maranhão, o festival será realizado no período de 14 a 21 de junho/19, na cidade de São Luís/MA. Aberto ao público, o Guarnicê é uma realização da Universidade Federal do Maranhão (Ufma), por meio da Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Empreendedorismo (Proexce), via Departamento de Assuntos Culturais (Dac), com apoio de organizações públicas e empresariais.

Foram selecionados seis filmes para a Mostra Nacional Competitiva Guarnicê de Filmes de Longa-Metragem; 18 filmes para a Mostra Nacional Competitiva Guarnicê de Filmes de Curta-metragem; Cinco filmes para a Mostra Competitiva Guarnicê de Filmes Maranhenses de Longa-metragem; 17 filmes para a Mostra Competitiva Guarnicê de Filmes Maranhenses de Curta-metragem; Dez filmes para a Mostra Competitiva Guarnicê de Filmes de Curtíssima-Metragem; 27 produções para a Mostra Competitiva Guarnicê de Videoclipes; Quatro matérias para a Mostra Competitiva Guarnicê de Reportagem Televisiva e 11 comerciais para a Mostra Competitiva Guarnicê de Filme Publicitário.

Os filmes não selecionados para competitivas poderão compor a programação oficial do evento, em mostras paralelas e alternativas. O Festival terá ainda ações formativas, apresentações culturais, pré-estreias e bate-papos com realizadores e convidados. A curadoria é formada pelo roteirista Di Moretti; a roteirista e produtora Isa Albuquerque; o professor do Curso de Comunicação Social da Ufma, Carlos Benalves; a produtora de conteúdos do Festival Guarnicê, Thais Fonseca Nunes; o crítico de cinema, Marcio Sallem, e a professora da Uema, Rose Panet.