Sergio Moro não teve freios nem contrapesos

O ex-juiz Sergio Moro, hoje um indigente da magistratura, atropelou todos os princípios republicanos quando conduziu a operação Lava Jato, feita única e exclusivamente para destruir a democracia no Brasil, atendendo a interesses externos.

Atropelando todas as regras do Devido Processo Legal, o então juiz lavajatista não conhecia ou fez de conta que não sabia dos princípios republicanos elementares, a exemplo do sistema de freios e contrapesos idealizado pelo filósofo Montesquieu.

Moro desrespeitou os cânones primários da separação e autonomia entre os poderes, atuando simultaneamente como juiz, promotor, lobista, intermediador de interesses escusos, mentiroso e corrupto.

Não passou de um reles rábula.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.