Em obras, ponte sobre o rio Pericumã gera expectativa nos municípios da Floresta dos Guarás

A nova etapa de construção da ponte que vai ligar os municípios de Bequimão e Central, passando sobre o rio Pericumã, pode ser um indutor do desenvolvimento para 10 cidades da Baixada Ocidental e do litoral Norte do Maranhão.

Quando concluída, a obra vai agilizar a mobilidade entre a capital São Luís e as cidades de Bequimão, Central, Mirinzal, Guimarães, Cedral, Cururupu, Porto Rico, Serrano, Bacuri e Apicum-Açu.

Vídeo promocional da Secretaria de Infraestrutura / Governo do Maranhão

A região é fonte de sobrevivência para agricultores, extrativistas, pescadores, atividades derivadas do comércio e serviços.

Também conhecida como Floresta dos Guarás, o território das 10 cidades compreende atrativos turísticos como praias, manguezais, rios, ilhas com dunas e lagoas naturais dotadas de rica biodiversidade, a exemplo da Reserva Extrativista (Resex) de Cururupu, formada por 17 ilhas, entre elas Guajerutíua e Lençóis, esta bastante referenciada pelas lendas, práticas e estudos teóricos vinculados ao sebastianismo.

Vídeo feito por moradores da região mostra o andamento da obra

Com a obra em andamento, há expectativa de maior facilidade no deslocamento dos moradores e turistas, além do escoamento da produção, mediante a promessa de dinamizar a economia regional dessas cidades para outras regiões e a capital São Luís.

A ligação da ponte sobre o rio Pericumã encurtará em 125km o deslocamento dos moradores da região. Orçada em R$ 68 milhões, com 589 metros de extensão, a obra tem previsão de entrega em março de 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *