Romancista afro-brasileira Maria Firmina dos Reis tem adaptação para o teatro

O espetáculo “Maria Firmina dos Reis: uma voz além do tempo” estreia nos dias 30 e 31 de outubro, às 19h30, no Museu de Artes Visuais (Rua Portugal, 273, Praia Grande), com sessões gratuitas e acessíveis em libras e áudio descrição.  A obra é fruto de uma pesquisa da atriz maranhense Júlia Martins a respeito da primeira romancista afro-brasileira e maranhense que deu voz ao feminino e através da literatura criticou as injustiças de uma sociedade machista, racista e escravocrata, perpetuada nos dias atuais.

Segundo a produção do espetáculo, esta é a primeira abordagem na linguagem teatral com uma releitura da obra e vida de Maria Firmina dos Reis, símbolo de resistência e luta contra a escravidão, esquecida por mais de um século, apesar da sua importância na construção da literatura afro-brasileira.

O espetáculo é uma realização do Núcleo Atmosfera de Dança-Teatro, com patrocínio do Banco da Amazônia, apoio do Grupo Universitário de Teatro (GUT), Núcleo de Acessibilidade da UFMA, Museu de Artes Visuais, Pajama Produções, Escola de Cinema/IEMA e Guajajara Filmes.

FICHA TÉCNICA

Elenco: Júlia Martins

Direção: Leônidas Portella

Preparação Corporal: Shamach Pacheco

Cenário e Figurino: Marlene Barros e Marcos Ferreira

Iluminação: Renato Guterres

Trilha sonora: Beto Ehongue

Ilustração: Da cor do barro

Designer gráfico: Adryano Costa

Assistente de Produção: Tairo Lisboa

Produção: Júlia Martins e Victor Silper

Classificação: 10 anos

Entrada gratuita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *