Boi da Liberdade, sotaque zabumba, lança novo disco

Lançamento de “Resistência”, quinto trabalho do boi fundado pelo Mestre Leonardo em 1956, será na sede do batalhão, dia 4, no primeiro ensaio geral deste ano. Esta é a primeira vez que um boi de zabumba é gravado ao vivo.

Resistência (Zabumba Records e Na Music) foi gravado na sede do Boi de Leonardo, no bairro da Liberdade (São Luís, MA), em setembro de 2018, e mixado e masterizado em Belém, no estúdio do selo Na Music. Produzido e dirigido pelo percussionista Luiz Claudio, o disco faz um resgate das principais toadas do Boi da Liberdade, trazendo 15 composições: sete de Zió (João Vieira), cinco de Mestre Leonardo, uma de Zé Pretinho, uma  de Chico Coimbra e uma Carlinhos de Carutapera, além da participação da filha de Leonardo, Regina Avelar, que canta em duas faixas.

“Para mim é a realização de um velho sonho, ver algumas das principais toadas de meu pai e de outros cantadores num disco e estar nele, também, participando e cantando. Adorei o resultado do trabalho, acho que Leonardo ficaria feliz com esse registro”, afirma Regina de Leonardo, diretora do Boi da Liberdade, um dos mais representativos do sotaque de zabumba do Maranhão.

O disco é o primeiro do selo da Zabumba Records, criado por Luiz Claudio pra promover, resgatar e registrar a cultura popular maranhense, e sai em parceria com a Na Music, gravadora de Belém. O batalhão da Liberdade não lançava nenhum trabalho há quase 10 anos. O primeiro saiu em vinil, em 1988, produzido por Chico Maranhão. Depois, vieram três CDs, em 2002, 2007 e 2010. O Boi de Leonardo está comemorando 63 anos em 2019. 

Para o registro ao vivo na sede, a produção contratou o estúdio Deu na Telha Audiolab, especializado em gravações desse tipo, que fez toda a ambientação para que a qualidade fosse a melhor possível. O material bruto, captado em dois dias, foi levado para um estúdio onde foram regravadas mais vozes e coro. As toadas receberam uma roupagem nova sem riscos de descaracterização. Duas delas foram tiradas dos discos originais, uma com a voz do próprio Leonardo e a outra de autoria e na voz de Chico Coimbra, ambos falecidos. Na faixa Chegou foi colocada a voz de Regina, que faz um emocionante dueto com o pai.

A escolha do repertório foi feita pelos cabeceiras (compositores) antigos e atuais. As toadas estão organizadas respeitando a sequencia adotada nas apresentações ao vivo. O disco começa com uma ladainha e tem uma toada para cada momento da encenação do boi. Além da participação de Regina de Leonardo cantando, Resistência – Zabumba da Liberdade traz também a participação de um coro feminino em algumas faixas. “Isso não é comum, principalmente no boi de zabumba. Eram sempre os homens que tocavam, cantavam e faziam coro”, afirma Regina.


Regina, filha do Mestre Leonardo e atual diretora do Boi da Liberdade.
Foto: João Maria Bezerra

O Boi de Leonardo tem cerca de 160 brincantes, incluindo o tambor de crioula e é um Ponto de Cultura desde 2010. Os Pontos de Cultura foram criados no governo Lula, quando quando Gilberto Gil era o ministro da Cultura. “Recebemos três parcelas  nesses oito anos e na última conseguimos uma verba para o disco”, afirma Regina. 

Resistência já está em todas as mídias e plataformas digitais: Youtube, Instagram, Facebook, Spotfy, Deezer e ITunes. As fotos da capa e do encarte do disco são assinadas por Márcio Vasconcelos, Railleen Martins e João Maria Bezerra.

Regina

A filha de Leonardo assumiu a direção do Boi da Liberdade há pouco mais de 15 anos.  Hoje em dia o batalhão participa de vários eventos em São Luís e fora daqui. “O Boi da Liberdade se confunde com a comunidade, com a história do bairro. As pessoas se preocupam com ele. O Boi era a vida de Leonardo e hoje também é a minha vida. Esse é o sentimento que eu tenho. Eu não me vejo mais fora disso aqui”, afirma emocionada.

Nesse momento de celebração dos 63 anos do Boi da Liberdade, Regina faz questão de mencionar personagens que foram fundamentais para a construção da história do batalhão, entre eles Cecílio Martins, primo de Leonardo e brincante fundador; Ciríaco Ribeiro – Rupiado, cabeceira e amo do boi por muitos anos; Antero de Jesus, compadre de Leonardo e bordador de couro de boi; e Serafim, Justino e Dico cantadores e amos.

RESISTÊNCIA

CD Boi de Leonardo – Zabumba da Liberdade

Lançamento dia 4 de maio – no primeiro ensaio do Boi em 2019

Local: Sede do Boi da Liberdade

Rua Alberto de Oliveira, n° 150 – Liberdade; CEP 65 035-010

Realização: Ponto de Cultura Mestre Leonardo e Ribamar Produções

Patrocínio: Cultura Viva – Ministério da Cultura

Produção Executiva: Marla Silveira

Imagem destacada / Crédito: Marcio Vasconcelos /
Boi da Liberdade comemora 63 anos lançando Resistência, o primeiro disco em quase 10 anos.

Um comentário em “Boi da Liberdade, sotaque zabumba, lança novo disco”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *